Configuração Nota Fiscal Eletrônica – Sistema GFIL

Configuração dos Parâmetros Fiscais da Empresa para emissão de Nota Eletrônica.

Antes de iniciar com as orientações deste módulo, é preciso que esteja muito claro para você que informações fiscais geram consequências fiscais. Quando você for emitir um documento fiscal pelo sistema, ele vai utilizar as informações que você prestar nas telas objeto deste tópico de ajuda. Portanto,

antes de gravar as informações sempre confirme com sua contabilidade.

Menu de acesso: a partir da tela principal, clique em “Utilidades -> Parâmetros da Filial/Empresa -> Fiscais”. Nesse menu teremos 4 submenus, os quais serão explicados separadamente abaixo:

Submenu “NFe – Nota Modelo 55”: nesse menu você acessa a tela de informações fiscais para emissão de nota fiscal eletrônica modelo 55. Obs.: você só precisa configurar essa tela se sua empresa emitirá de fato nota eletrônica modelo 55 no GFIL.
Ao abrir essa tela, serão apresentados os seguintes campos:
Ambiente Atual de Emissão das NFes: existem dois ambientes de emissão de nota eletrônica: o ambiente de homologação e o ambiente de produção. Esses termos (homologação e produção), não são termos criados pelo GFIL, mas sim pela sua SEFAZ. Converse com seu contador para saber mais detalhes a respeito desses dois ambientes. Em resumo, o ambiente de homologação é para você testar toda estrutura que envolve a emissão de notas (servidor SEFAZ, software (GFIL), certificado digital, conexão de internet, etc.). Nesse ambiente, as notas emitidas não terão nenhuma validade. Já o ambiente de produção, é para notas válidas, ou seja, após a fase de homologação, seu contador solicitará a SEFAZ para mudança do ambiente para produção.
Enquanto sua empresa estiver no ambiente de homologação, nessa tela do GFIL, será apresentado o botão “Mudar Ambiente de NFe para Produção”. Assim que estiver tudo autorizado junto a sua SEFAZ para que sua empresa emita NFe em produção, clique nesse botão. Esse procedimento fará com que todas as notas emitidas em homologação sejam excluídas do sistema e também serão zerados os campos “Última NFe Emitida” e “Último Lote de NFe”.
Série das NFe a Emitir: veja com sua contabilidade a série utilizada pela sua empresa.
Última NFe Emitida: esse campo normalmente se inicia pelo número 0. Você só precisará alterá-lo se for iniciar a emissão de NFe pelo GFIL, mas já tenha emitido notas em produção em outro software. Nesse caso veja a última nota emitida naquele outro sistema e informe neste campo.
Último Lote de NFe: idem item anterior.
Danfe – Expandir Logomarca: na impressão do danfe da nota, é possível imprimir ou não o logotipo da sua empresa. Esse logotipo poderá ser de tamanho reduzido ou expandido.  
Danfe – Data/hora de saída automática: marcando esse campo, o GFIL sempre imprimirá a data e hora de saída da mercadoria no danfe. Se sua empresa emite notas, mas a mercadoria não é despachada no mesmo dia, deixe esse campo desmarcado. Para informações mais detalhadas, entre em contato com sua contabilidade.
Modal. de Frete Padão: na nota eletrôncia, há o campo “Modalidade de Frete” que é de preenchimento obrigatório em cada nota. Se você definir uma modalidade padrão neste campo dos parâmetros, sempre que se iniciar uma nota, o GFIL completará automaticamente este campo na nota.
Lança/Imprime tributos da lei da transparência: se suas notas são para consumidor final, a lei da transparência exige que sejam informados os tributos aproximados. Marcando esse campo, o GFIL calculará automaticamente os valores desses tributos, desde que atendidas todas condições necessárias para isso no sistema. ATENÇÃO: não confunda tributos aproximados da lei da transparência com cálculo de impostos a destacar em cada nota. Este impostos o GFIL não calcula.
Botão nota eletrônica da tela principal abre tela de NFe Na tela principal do GFIL tem um botão de atalho que pode abrir a tela de NFe ou de NFCe, dependo se este item estiver ou não marcado nesta tela.

Submenu “NFCe – Nota Modelo 65”: nesse menu você acessa a tela de informações fiscais para emissão de nota fiscal eletrônica modelo 65 – nota de consumidor.
Obs.: você só precisa configurar essa tela se sua empresa emitirá de fato nota eletrônica modelo 65 no GFIL.
Ao abrir essa tela, serão apresentados os seguintes campos:
Ambiente Atual de Emissão das NFCes: existem dois ambientes de emissão de nota eletrônica. O ambiente de homologação e o ambiente de produção. Esses termos (homologação e produção), não são termos criados pelo GFIL, mas sim pela sua SEFAZ. Converse com seu contador para saber mais detalhes a respeito desses dois ambientes. Em resumo, o ambiente de homologação é para você testar toda estrutura que envolve a emissão de notas (servidor SEFAZ, software (GFIL), certificado digital, conexão de internet, etc.). Nesse ambiente, as notas emitidas não terão nenhuma validade. Já o ambiente de produção, é para notas válidas, ou seja, após a fase de homologação, seu contador solicitará a SEFAZ para mudança do ambiente para produção.
Enquanto sua empresa estiver no ambiente de homologação, nessa tela do GFIL, será apresentado o botão “Mudar Ambiente de NFCe para Produção”. Assim que estiver tudo autorizado junto a sua SEFAZ para que sua empresa emita NFCe em produção, clique nesse botão. Esse procedimento fará com que todas as notas emitidas em homologação sejam excluídas do sistema e também serão zerados os campos “Última NFCe Emitida” e “Último Lote de NFCe”.
Série das NFCe a Emitir: veja com sua contabilidade a série utilizada pela sua empresa.
Última NFCe Emitida: esse campo normalmente se inicia pelo número 0. Você só precisará alterá-lo se for iniciar a emissão de NFCe pelo GFIL, mas já tenha emitido notas em produção em outro software. Nesse caso veja a última nota emitida naquele outro sistema e informe neste campo.
Último Lote de NFCe: idem item anterior.
Código de Segurança para QRCode – ID e Código: esses dados são fornecidos pela receita. Veja com seu contador ou com sua SEFAZ como obtê-los e depois informe-nos nesses campos.
Impressão do Danfe: após a transmissão da nota, o GFIL imprimirá automaticamente o danfe na impressora que estiver configurada neste campos.
Obs. antes de prosseguir é preciso salientar que estas são configurções técnicas relacionadas a informática/Windows e você precisa ter assessoramento específico para tal. Se você não possui um técnico com conhecimento básico de informática para lhe orientar, entre em contato com uma revenda GFIL.
As opções desses campos são:
a) Impressão direta o GFIL enviará a impressão para a impressora do windows que você selecionar no campo “Impressora”. Essa impressão ainda pode ser em bobina (cupom) ou normal em papel A4, dependendo do que você informar no campo “Tipo Papel” desta tela.
b)Impressão Direta (ESCPOS): algumas impressoras, em especial as mini impressoras, não conseguem imprimir corretamente pelo spool do Windows (impressão direta). Nesses casos recomenda-se utilizar esta opção de impressão direta na porta e com o driver da impressora instalado. Selecione a marca da impressora e porta.
Se sua impressora for conexão USB, também é possível imprimir diretamente na porta. No tópico número 165 do manual de ajuda você encontra algumas orientações sobre isso.
Imprimir itens em 1 linha somente: mesmo que a descrição de um item supere uma linha do cupom, se esta opção estiver marcada, o item ocupará apenas uma linha. Obviamente que serão desprezados os demais caracteres.
Venda Balcão – Inicia NFCe automaticamente ao finalizar a venda: autoexplicativo;
Venda Balcão – Abre a tela de NFCe ao iniciar a nota: autoexplicativo;
Botão nota eletrônica da tela principal abre tela de NFCe Na tela principal do GFIL tem um botão de atalho que pode abrir a tela de NFe ou de NFCe, dependo se este item estiver ou não marcado nesta tela.

Submenu “Outros”:
Enquadramento da empresa em relação ao regime tributário indique o regime (simples ou normal) de sua empresa. Veja com sua contabilidade qual o enquadramento de sua empresa e informe nessa tela.

Tópico 166

Deixe uma resposta